Arquivo da tag: Ridículo

Justine e Jasmine, duas provas do desrespeito humano com seu próprio sacrifício!

Padrão

Em plenos tempos de crise mundial, de crise ecológica, de crise financeira generalizada, quando um dos maiores eventos do mundo se propõe a lutar para desmistificar o glamour… Vejo notícias assim:

Nota 10
Salão de móveis de Milão prima pela sobriedade, porque agora o que conta não é mais o conceito luxo, mas a funcionalidade dos produtos, seu comprometimento com o meio ambiente, sua vida útil prolongada.

Image

Justine R$7.980,00 e Jasmine entre R$4.660,00 e R$9.980,00

Nota ZERO!
Jimmi Choo lança bolsa Justine com couro de bezerros (olha que judiação) e Clutch Jasmine, com valores irrisórios:  Bolsa a R$ 7.980,00 e Clutch entre os módicos R$ 4.660,00 e 9.980,00… 

 

Enquanto isso no 3° mundo as crianças morrem de fome na Etiópia, no Brasil não tem escola e saúde de qualidade, os Haitianos estão fugindo para o Brasil para se livrar dos escombros e da miséria.

Que tem ricos o suficiente para consumir estes produtos, eu não tenho dúvidas, mas para quê?

Não me conformo de alguma mulher, por mais fútil que seja, ter a coragem de dar 10 mil reais por uma carteira de mão que irá usar duas ou três vezes – no máximo. Onde está a consciência dessas pessoas?

E a jornalista que publica essas notícias? Ela vive de salário de jornalista, ganha uma ou duas bolsas dessas aí apenas para citar no MSN notícias que existe essa aberração.

Essa marca que eu cito acima é uma entre tantas as que afrontam a inteligência e a capacidade de qualquer ser humano trabalhador, que conhece o valor do seu dinheiro com produtos ditos de ‘luxo’… o grande luxo é ter discernimento entre o que é a necessidade e o que é a futilidade, gastar o necessário e realmente dividir com quem mais precisa.

Aposto que muitas brasileiras loucas irão aderir a essa modinha, afinal, quantas Victor Hugo não se vendem? Quantas bolsas Louis Viton?

Eu digo para essas senhoras: Enfie seu cérebro no fundo do bolsinho dessa bolsa! E perca-o.
Já que não usa, ele não irá fazer falta alguma, quem sabe um espaço vazio entra coisa mais interessante do que o consumismo!

Image

Absurdos do mundo Fashion...

Serralheria Colonial

Padrão
Image

Gradil

Uma das coisas que mais aprecio em viagens para cidades históricas são os gradis, portões e toda a serralheria em estilo colonial. Casas seiscentistas e setecentistas me encantam, nessa época  os recursos eram trazidos de Portugal, ou mesmo o artista serralheiro vinha entalhar seus portões-obra-de-arte in loco.

As escolas de arquitetura em estilo Neoclássica, Barroca e Rococó tinham particularidades e buscavam externar o glamour, o luxo da época… As classes sociais eram divididas de acordo com o estilo e o tamanho de suas casas. Antigamente além da proteção, os gradis diziam se ali morava uma pessoa simples ou endinheirada!

Hoje isso não se reflete tanto, pois em tempos de superpopulação, está mais para “quem mora na caixa de fósforos mais bem decorada é o vencedor” a importância dos detalhes se diluiu e se transformou em uma rede de nylon para proteger as crianças das alturas.

Hoje em dia decoradores e donos de novas residências se preocupam com a decoração suntuosa, minimalista e com peças de designers renomados, se esquecem de que o simples e antigo podem fazer toda a diferença, da entrada à cabeceira de cama.

Image

Biombo colonial re-utilizado como cabeceira

Pesquisando no Mercado Livre, descobri que uma obra de arte em ferro, pode custar muito, talvez custe mais pelo valor histórico da peça.

O importante para aplicar a técnica hoje em dia é planejar com um profissional gabaritado e principalmente seguir o estilo dos donos da casa, não adianta colocar uma fachada colonial se você planeja uma casa clean, minimalista e moderna por dentro… Tudo tem que ornar!

Comprar uma peça antiga e recondicionar é o que eu acho mais válido, porque toda a história daquela relíquia fará parte da sua história também, a reutilização de materiais é o que há de mais importante, não vamos desperdiçar insumos, mesmo que para isso, sejam necessários retalhos de ferro e alguma solda (se bem feita ficará imperceptível). Além do charme de um portão retro, o resgate dessa época trará segurança reforçada, o ferro fundido dificilmente é arrombado, porque demandaria muito esforço!

Image

Para recondicionar, um portão por R$ 1.800,00

Image

Menos colonial, mais cool!

Fonte de Imagem: Google

“Antes e com tal zelo, e sempre e tanto!

Padrão

Que mesmo em face do maior encanto, dele se encante mais o meu pensamento!”

(Eis um trecho do Soneto de Fidelidade – é meu lema em se tratando de cuidado com animais com as pessoas).

Quando se decide por criar um animal, é uma decisão que vai te acompanhar durante muitos anos, um gato pode viver mais de 20 anos e algumas raças de cachorros vão além dos 15 anos.

Todos os dias pipocam na mídia digital notícias de pessoas que tem animais em casa apenas para ser o bode expiatório de suas mazelas… não sei de quem eu tenho mais dó…

A lei de proteção aos animais tem que ser mais rígida, o código penal e civil tem que ser reformulado, a constituição Brasileira tem que ser modernizada urgente!

Isso é o mínimo que se espera de uma nação que pretende formar cidadãos de bem!

Sem falar nos inúmeros casos de abusos contra crianças… por Deus, quem é que coloca um filho no mundo e deixa ele ser abusado por parentes? Quem é a criatura que joga água quente no próprio filho pequeno, hein?

Histórias antigas que se repetem cotidianamente, e que estão assolando a educação, a moral, os costumes… como é que a geração futura vai ser quando crescer?

Diante de tantas e tantas dúvidas e da minha indignação, só me resta ser fiel a quem dei a sorte de ter como companhia constante, a quem apareceu machucada e nos restou a missão de salvar e amar incondicionalmente.

Não quero fazer apologia a castração humana, mas muitas vezes é melhor ter um animal que se possa manter a amar, do que colocar um monte de filhos no mundo para espancar!

Que os dias dessas pessoas malvadas sejam de espiação, de provas e de evolução mas para isso, é preciso ser feita justiça, é preciso que sejam punidos para sentirem na pele cada vassourada que deram em um inocente animalzinho.

Image

Nota

Era exatamente isso que eu gostaria de registrar, tudo o que eu vejo e o quanto eu me divirto com a internet!

Pra lá de aprender, acho importante cuidar de ter um tempo para sorrir, abastecer a mente de piadinhas, aguçar a criatividade e fazer aflorar a leveza de um ser a millll!

1000 anos à frente?

O signo de Aquário, que regia a data que eu nasci, em ascendente Aquariano também subentende-se… Eu viajo, alucino de ar e aromas e fico bem feliz com pouco!

Sem vergonha de assumir que a felicidade está nas pequenas coisas. Estou curtindo cada pedacinho do novo blog, colocando os links que gosto e me atualizando do que as pessoas escrevem, nossa.. acho que meu novo arquivo não é tão louco assim, é até bem normal para uma pessoa tão ligada às extravagâncias.

E nessas eu encontrei algumas bizarrices e doideras!

Bom final de semana aos Geeks (como se diz agora!)

Pesquisa e diversão